Skip to main content

      Previous Page

      Como construir uma forte cultura de dados no campus

      As faculdades encontram-se, atualmente, em um mar de dados. Mas como os campi podem usar esses dados para navegar em direção a um maior número de matrículas, maior retenção, satisfação e melhores resultados dos alunos?

      Desde tendências gerais de matrículas até estatísticas de avaliação em tempo real, a coleta de dados capacita as instituições de ensino a usarem análises preditivas para tomar decisões informadas. À medida que o ensino superior continua evoluindo, os gestores precisam da garantia de que essas decisões sejam baseadas em provas, não em teorias.

      Isso começa com a criação de uma cultura orientada por dados no campus.

      5 maneiras para a construção de uma forte cultura de dados no campus

      Defina uma visão 

      Uma forte cultura de dados começa com uma visão clara dos gestores. O ônus está na liderança comunicar um compromisso do campus com a tomada de decisões orientada por dados. Os gestores devem definir claramente a finalidade da coleta e análise de dados, modelar normas para conversas e reuniões orientadas por dados e estabelecer uma cultura de colaboração.

      Defina objetivos claros

      Da mesma forma que os professores perguntam antes de planejar as aulas: “o que eu quero que meus alunos aprendam?”, os gestores também devem mapear as dúvidas e se perguntar: “Quais são os dados mais importantes que nós precisamos para responder a essa pergunta ou resolver esse problema?”

      Quando os objetivos dos dados são claros, as soluções se tornam claras. Fazer essas perguntas ajudará as instituições a separar o sinal do ruído na hora de decidir quais dados rastrear e usar.

      Centralize os dashboards de dados

      O acesso aos dados não deve ser limitado à administração. Facilite o acesso e a análise dos dados em um local centralizado. Ao capacitar os professores com acesso aos dados, eles podem tomar decisões em um nível micro para melhorar a criação do curso e os resultados dos alunos. Essas decisões aparentemente pequenas podem levar a mudanças maiores para uma universidade – se o corpo docente souber quais estratégias de ensino levam a uma maior satisfação, a retenção geral pode ser melhorada. Um hub central para análise de dados enfatiza uma cultura de tomada de decisão orientada por dados em todo o campus.

      Demonstre o impacto dos dados 

      Destaque regularmente o impacto das decisões baseadas em dados para todo o corpo docente. Use um formato de estudo de caso — problema, solução, impacto — para inspirar todos os departamentos a usarem dados para melhorar a satisfação do aluno e os resultados da aprendizagem. Incentive os departamentos a compartilharem e colaborarem com as melhores práticas para cada análise de dados.

      Comprometa-se com o rigor da privacidade e da segurança 

      Os investimentos em iniciativas de coleta e análise de dados devem ser acompanhados por fundos para privacidade e segurança de dados. Siga as práticas recomendadas para a segurança de dados. Exiba as políticas de privacidade com destaque e seja franco sobre para que os dados são usados.

      Para consultar os detalhes sobre o compromisso da Instructure com a privacidade e a segurança dos dados, clique aqui.

      Se você está buscando uma ferramenta que ajude a analisar os dados relacionados à sua tecnologia educacional, solicite uma demo do Impact by Instructure, e comece a medir o retorno sobre o investimento em edtech.